Ricardo não acredita que privatização de aeroportos traga reflexos negativos para a economia

Escrito por em 18 de agosto de 2017

 

O governador Ricardo Coutinho não acredita que as privatizações dos aeroportos Castro Pinto (João Pessoa) e o Presidente João Suassuna (Campina Grande), já anunciado pelo Palácio do Planalto, provoquem reflexos negativos para a economia paraibana. 

Ricardo Coutinho disse que não tem fobia de privatização e informa que aeroportos da Paraíba precisam de investimento. “Se o governo federal não se dispõe usar recurso do fundo aeroviário para a melhoria, não tenho nada a opor; contanto, que funcione”, destacou   

O governador da Paraíba defende a realização de uma grande reforma nos aeroportos paraibanos. “Do jeito que está não podem continuar”, declarou Ricardo ao lembrar que os dois principais aeroportos da Paraíba estão impraticáveis.

Para Ricardo Coutinho, na Paraíba a demanda nos aeroportos é maior do que a oferta. “Eles têm que melhorar sua operacionalidade; melhor condições de embarque e desembarque”, disse o governador ao lembrar que devido ao crescimento da indústria do turismo o Castro Pinto e o João Suassuna estão praticamente inviáveis.

 

 

ClickPB

Opiniões do leitor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Ao vivo

Maringá FM

Current track
TITLE
ARTIST