Confusão na Câmara de Esperança adia apreciação de projeto sobre gestão pactuada

Escrito por em 22 de novembro de 2017

Uma sessão realizada na Câmara Municipal de Esperança, no Agreste do Estado, terminou em confusão e gritaria na noite desta terça-feira (21). De acordo com informações do Jornal A Cidade de Esperança, uma mulher acabou sendo detida pela polícia.

Devido à confusão, a sessão foi interrompida e os vereadores não conseguiram votar o projeto, que foi adiado e deve ser apreciado somente na próxima terça-feira (28). A pedido do vereador Nahim Galileu, conhecido como Pingo, na próxima segunda-feira (27) acontece uma audiência pública para debater o tema.

Na última semana a sessão ordinária também foi prejudicada e encerrada devido a tumultos. A Câmara debate a aprovação de uma gestão pactuada em Esperança. Na última quarta-feira (14), foram ouvidos o diretor do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema (Sintab), Napoleão Maracajá e a ex-prefeita Cristiana Almeida, que se declararam contrários à proposta.

Os ânimos se alteraram durante a fala do especialista Normando Viturino, que explicava alguns pontos sobre o funcionamento da gestão pactuada. O presidente Carlos Luiz de Arruda Câmara interrompeu a sessão para tentar acalmar os presentes, mas não conseguiu êxito e precisou adiar o debate.

Com ClickPB

Opiniões do leitor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Ao vivo

Maringá FM

Current track
TITLE
ARTIST