Presidente do PT, Jackson Macedo, descarta aliança com o Democratas na Paraíba: “não existe”

Escrito por em 1 de dezembro de 2017

O presidente do PT na Paraíba, Jackson Macedo, descartou completamente a possibilidade de aliança do PT com o Democratas, na Paraíba. Ele criticou matéria publicada pela Folha de São Paulo, que coloca a Paraíba como um dos estados em que os dois partidos vão estar no mesmo palanque, e disse que os partidos não podem agir por conveniência eleitoral, por isso PT e Democratas não se misturam.

“O PT não tem aliança com o Democratas, o PT não faz aliança com o Democratas. Nenhum estado brasileiro tem aliança do PT com o Democratas, o PT tem aliança na Paraíba com o PSB, vai apoiar o candidato do PSB, porque nós estamos em um projeto do governador, estamos em um projeto com João Azevedo, vamos ter um candidato a senador, do campo progressista, do nosso partido, porque como o governador Ricardo Coutinho não é candidato, a esquerda precisa ter um candidato para votar”, disse. 

De acordo com Jackson, o candidato a senador do PT será decidido pelo partido, mas “se Luiz Couto topar, é o nome que tem a preferência” do partido. “Agora, nós não vamos ficar dependentes da vontade dele. Ele é o que ele quiser, senador, deputado federal, ele decide, agora, se ele não for senador, o PT terá um candidato”, explicou.  

O petista disse que os partidos precisam assumir o seu caráter nacional. “Os partidos não podem agir por conveniência eleitoral do estado, ou seja, ter uma posição em um estado, no outro ter outra posição. O Democratas faz parte da base de sustentação desse governo negasto, golpista, que nós tanto denunciamos”, disse, referindo-se ao governo de Michel Temer. “Então ele não pode compor no estado com aqueles partidos que estão no bloco divergente do bloco que ele defende nacionalmente, isso só acontece no Brasil!”, desabafou Jackson Macedo. 

A aliança do Democratas com o PSB, na Paraíba, vem desde o ano de 2010, e não representa problema para o PT. “O PT tem uma aliança com o PSB porque o PSB é um partido socialista, do nosso bloco progressista, se o Democratas apoia um projeto do PSB e em nível nacional faz oposição, isso é um problema do Democratas”, disse, afirmando que o projeto estadual do PT está em sintonia com o projeto nacional do partido. “Temos muita dificuldade de estar construindo qualquer tipo de aproximação com o Democratas, agora, esse debate vai ser feito no momento correto. Primeiro, a gente tem que saber se o cenário para 2018 é esse cenário mesmo – eu particularmente tenho uma avaliação que o cenário pode ter modificação -, quando tem modificação a gente tem que aguardar”, ponderou. 

 

 

 

Com ClickPB

Opiniões do leitor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Ao vivo

Maringá FM

Current track
TITLE
ARTIST